Minha Proposta é a Reflexão.

Minha foto
Um livre pensador, amante da vida e do Deus que a criou.

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Mensagem Enviada aos Oblatos Anglicanos de São Bento

Advento de 2013. A.D.

Queridos Prior e irmãos,

PAX!

É com alegria, esperanças e com um espírito disposto ao serviço do Senhor que acolho as palavras de nosso Prior e também deixo-vos uma mensagem de esperança.

Observamos em nosso tempo dias contraditórios e conflitantes. Por um lado temos um avivamento da fé e da espiritualidade em todos os âmbitos da experiência religiosa, seja cristã, seja de outras crenças. Para mim expressam as grandes oportunidades de um mundo plural, cabe-nos trabalhar para criarmos pontes e convergências de modo a transformarmos o nosso contexto e gerarmos um mundo melhor. Por outro lado, não deixamos de testemunhar diariamente a injustiça, a violência, o medo, a angústia, a atitude predatório, enfim, não deixamos de presenciar a destrutividade do ser humano. Mais do que qualquer outra coisa é o momento de vivenciarmos em nós mesmo, em nossas atitudes e ações, o mistério da encarnação. Precisamos aproveitar esse tempo de advento e natal para abandonarmos nossas velhas maneiras de testemunhar o evangelho e assumirmos nosso compromisso de discípulos, que uma vez transformados pela ação do Espírito Santo, que cria e recria, possamos transformar o mundo que nos cerca, pois, é a partir de nós que Deus, em Cristo, faz novas todas as coisas. E esse é o sentido teológico do advento e do natal.

É tempo de resgatarmos nossos sonhos, sonharmos os sonhos de Deus e partirmos para uma mudança profunda, inicialmente em nós mesmos e, consequentemente, no mundo em que vivemos. Que possamos fazer esse exercício de reflexão para que iniciemos esse novo ano litúrgico na perspectiva de que Deus fez, faz e fará novas todas as coisas, contínua e irrestritamente, na habitação do Cristo em meio as condições próprias da nossa humanidade. Ao buscarmos fazer a diferença nesse mundo por intermédio da encarnação do evangelho em nosso viver, estaremos transformando as circunstâncias pelo poder da presença de Cristo, o Emanuel, Deus conosco. Assim, então, brilharemos como luz no mundo, sem necessidade de holofotes, mas na simplicidade do amor, da compaixão e da humildade. Como oblatos nosso critério de avaliação própria, do próximo e do mundo em geral deve ser a sensibilidade, o olhar misericordioso e o amor, buscando considerar os outro sempre superiores a nós mesmos. Nisso estará o nosso poder de mudança, nessa aparente fraqueza manifesta-se o poder de Deus, encarnado em nossa existência. Nosso papel no mundo deve refletir uma vida de serviço, numa atitude de disponibilidade, uma atitude de sensibilidade diante da dor e da alegria alheia e, sobre tudo, do amor que se traduz na busca do bem maior para o outro. É o momento de uma revolução, a revolução do amor. O amor com o qual o próprio Senhor nos amou um dia, quando ainda andávamos cegos pelos caminhos de destrutividade. É momento de darmos espaço ao Espírito Santo para criar e recriar, a partir de nós, um mundo novo, onde não haverá mais dor, nem pranto, mas onde Deus enxugará dos rostos todas as lágrimas.

Aproveito para recomendar como leitura, para edificação e crescimento, dois livros: 'O Discípulo Radical' (Ed. Ultimato), do saudoso reverendo anglicano John Stott; e a encíclica pontifícia do Papa Francisco 'Evangelii Gaudium' (Ed. Paulus/Loyola). O primeiro é a última mensagem de Stott antes de partir, e a segunda é a primeira mensagem do pontífice em seu encargo, mas, ao meu ver, esses dois escritos parecem se dar as mãos para lançar uma forte luz sobre as necessidades prementes do futuro que se coloca à nossa frente.

Minha oração é para que os oblatos de nossa congregação, assim como toda a família beneditina, viva o evangelho de forma plena, encarnando o próprio Cristo em meio a realidade humana. Assim, veremos mudanças e não serão mais necessárias palavras.


Permaneçam na graça de NSJC!


Afetuoso e encorajador abraço,

Rev. Regis Domingues, osb - Decano


"Oração e Trabalho"